Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Semana Farroupilha: as celebrações da data máxima do tradicionalismo gaúcho

As comemorações oficiais iniciaram com a solenidade de acendimento da chama no Palácio Piratini, no começo de setembro

Publicação:

Semana Farroupilha
Semana Farroupilha é comemorada em todo Estado
Por Carolina Cesa/ASCOM

Está sendo celebrada, desde a última terça-feira (14), a Semana Farroupilha, um dos principais eventos da Cultura do Rio Grande do Sul. Seguindo a tradição, as comemorações oficiais iniciaram com a solenidade de acendimento da chama no Palácio Piratini. As solenidades se iniciaram no início de setembro, em diversas cidades. As festividades seguem até a próxima segunda-feira, dia 20 de setembro, data máxima do tradicionalismo gaúcho.

Um fato interessante para o turismo, é que a Chama Crioula foi acesa em localidades com especial potencial para o segmento. A ideia foi, justamente, unir tradição com o Turismo para atrair visitantes à região.

Os festejos, neste ano, homenageiam os 200 anos de nascimento de Anita Garibaldi, uma das personalidades femininas mais cultuadas do Sul do Brasil. A temática “Caminhos de Anita” relembra os caminhos percorridos por Anita e a sua bravura quanto à participação e envolvimento direto na Revolução Farroupilha durante os anos de 1835 a 1845.


A presença feminina também é exaltada pela escolha da patrona das festividades de 2021, Liliana Cardoso, que é a primeira mulher negra a receber a homenagem, ressaltando que as mulheres também representam a diversidade e a cultura. "Queremos trazer a Anita Garibaldi de ontem para as 'Anitas' de hoje. As mulheres gaúchas. São essas as 'Anitas' protagonistas contemporâneas", afirmou a patrona hoje (16) em entrevista para o Bom Dia Rio Grande.

Dentro e fora do estado, o 20 de setembro, será marcado por manifestações e cavalgadas, como a do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), em Porto Alegre, que contará com um número limitado de 150 participantes, todos usando máscaras e respeitando medidas de segurança sanitária. A rota dos cavalarianos começa no Parque Harmonia, avança em direção ao Palácio Piratini, e depois retorna ao parque.


Devido à pandemia, os eventos não contam com a presença de público pelo segundo ano consecutivo.

Secretaria de Turismo